Um país à deriva

Um juíz determina a prisão de um policial legislativo do Senado Federal. E o então presidente do Senado Renan Calheiros, chama o magistrado de  JUIZINHO e não permite a prisão do policial legislativo.

O pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes, diz que recebe a bala “A turma do juíz Sérgio Moro”.

No Ceará, um político de oposição ao governo Camilo Santana afirmava que  ao lado do gabinete do governador,
” TINHA UMA QUADRILHA “e hoje faz  Parte da sustentação de apoio ao governo.

O presidente do Senado, Eunício Oliveira,  já foi chamado de  “Ladrão” e “Safado ” pelos FGs e, hoje, se aconchega em baixo do mesmo cobertor.

A classe política do congresso nacional está tomada de políticos corruptos. Os grupos criminosos do narcotráfico mantém como refém a sociedade. Vereadores negociam seus interesses pessoais com os prefeitos.

A sociedade anda cada vez mais intolerante no convívio social. O poder judiciário maior(STF) é o trono dos vestais da vaidade.

Um Presidente da República sem perícia política e rejeitado pela população. Empresários desprovidos de escrúpulos, que corrompem políticos, para se locupletar da riqueza nacional.

Esse é o “mapa” da conjuntura real do BRASIL.
Só nos resta fazer uma promessa e contratar uma missa solene no Vaticano.

César Oliveira – Historiador e professor
Guaraciaba do Norte / Ce
Rádio Cidade – O Amor de Ipu
Redação de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *